Aqui você aprende Chinês
Oi China
(21) 2252-0008 | 98181-5968
Folha de S.P - "Mandarim para menores"

Influenciadas pelos pais, crianças procuram cada vez mais os cursos de mandarim, e as escolas que ensinam o idioma já começam a planejar abrir turmas próprias para os pequenos.

Primeiro, foram os executivos. Depois, os universitários e profissionais de nível superior. Agora, é a vez de crianças e adolescentes se interessarem por aprender mandarim.

Não que o principal idioma da China esteja tomando o lugar do inglês ou do espanhol, que continuam como prioridade dos pequenos estudantes. Mas o mandarim já é considerado importante por muitos pais, que estimulam os futuros poliglotas a buscar um diferencial para o mercado de trabalho.

Aos 12 anos, Lucas Gabriel Scapellato já se vira bem no inglês, aprende o espanhol e desde o início do ano faz aulas de mandarim aos sábados na escola de idiomas.

A ideia de estudar o terceiro idioma foi de sua mãe, a comerciante Eleuza Aparecida da Silva, 42, que trabalha com artigos importados da China. "Acho que é importante." Ela conta que o filho não perde uma aula.

Os irmãos Roger, 9, e Laura Marchten, 13, começaram o curso neste ano. A ideia de matriculá-los foi da mãe, a representante comercial e lojista Ruth Klein, 43. Desde o início de março, eles saem da aula de inglês direto para a de mandarim, nas terças à noite.

A neurocientista Suzana Herculano-Houzel, colunista do Equilíbrio, não vê problema no fato de crianças aprenderem mais de um idioma ao mesmo tempo. "O cérebro tem mais facilidade para aprender línguas até os dez anos de idade. Quanto mais cedo a criança estudar a língua, melhor." Ela diz que o aprendizado pode ser prejudicado pelo estresse da correria, mas que isso depende de cada caso.

Para Suzana, o que mais importa é a motivação, a prática e o método de ensino.

A pesquisadora Elvira Souza Lima, que tem formação em neurociências e psicologia, diz que, do ponto de vista do desenvolvimento do cérebro, estudar mandarim é benéfico para as crianças.

Elvira faz um alerta, no entanto: "O que pode preocupar é o fato de os pais colocarem o aprendizado como uma expectativa para o sucesso futuro. As crianças devem ter oportunidade de aprender coisas pelo significado que elas possam ter em sua vida presente".

Fonte: Folha de S.P.




Todos os direitos reservados - oichina.com.br © 2016 - Desenvolvimento: Bah Soluções