Aqui você aprende Chinês
Oi China
(21) 2252-0008 | 98181-5968
Você sabe falar mandarim? - Exame CEO


A ascensão da China vai significar muito mais do que dominio econômico e influência política. O soft power da nova potência se manifestará na língua, no cinema, nas artes plásticas e na televisão.

A historia global, até aqui, tem sido essencialmente uma história ocidental. Com a ascensão da China, porém, esse não será mais o caso. A história do país será conhcida não só pelos chineses, ou mesmo pelos países do Leste Asiático, mas por todo o mundo. Assim como muitos ao redor do globo têm noção sobre os principais eventos da história americana, os pontos-chave da história chinesa vão se tornar uma propriedade global. A influência do país, que hoje é sentida nos terrenos econômico e político, inevitavelmente vai se estender para a cultura, a língua, o cinema, as artes plásticas, a televisão e assim por diante.

Uma das consequências de haver tantos chineses é que existem duas vezes mais pessoas no mundo que falam mandarim como primeira ou segunda língua do que as que falam inglês – e a maioria delas vive na China. Com a ascensão do país, no entanto, um número crescente de pessoas ao redor do mundo está começando a aprender chinês como lingua complementar.

A expansão do mandarim é mais notável no Leste Asiático. Ele progride rapidamente em HongKong, onde o cantonês é a primeira língua, e em comunidades expatriadas no Sudeste Asiático. Na Coreia do Sul há 160 000 estudantes de mandarim, um aumento de 66% nos últimos cinco anos. Na Coreia do Sul e na Tailândia, todas as escolas dos ensinos básico e médio hoje têm aulas de mandarim, e o governo tailandês espera que um terço dos estudantes do ensino médio seja proficiente em 2011.

A atração do mandarim no Leste Asiático é óbvia: A China está se tornando o centro econômico, o maior mercado importador para os bens dos países da região e também uma grande fonte de investimentos. A língua é essencial para o comércio, a diplomacia e o intercâmbio cultural.



Por Martin Jacques
Fonte: Exame CEO



Todos os direitos reservados - oichina.com.br © 2016 - Desenvolvimento: Bah Soluções